13ª edição - Setembro / 2015

Vem aí:

Concurso Escolar GEA Terra Mãe!!

Iniciou-se na semana passada, a divulgação do II Concurso Escolar GEA Terra Mãe.

 

Esse trabalho, feito pela responsável do Setor, Maria Neuma Clemente Galvão e estagiários do Setor de Educação Ambiental já aconteceu em 38 escolas públicas dos municípios que integram o território do Geopark Araripe.

 

O Concurso Escolar GEA - Terra Mãe propõe este ano, atividades escolares relacionadas à temática “SOLO QUE SUSTENTA A VIDA”.

 

Esse tema confere a participação do Geopark Araripe no “Ano Internacional dos Solos”, declarada pela ONU e difundida pela UNESCO. E o principal objetivo é chamar a atenção para as práticas humanas que levam à degradação dos solos.

 

Podem participar do Concurso, os alunos do Nível Fundamental e Médio de escolas municipais e estaduais do território do Geopark Araripe.

 

Para mais informações entre em contato:

(88) 3102-1237/ (88) 31023053/ geaterramae@urca.br

Nove geoparques do mundo se tornam

membros da Global Geoparks Network

Durante a 4ª. Edição do Simpósio da “Rede Global de Geoparques: Ásia-Pacífico”, ocorrida de 16 a 20 de setembro em San’in Kaingan Geopark (Japão), mais 9 geoparques do mundo ingressaram à Global Geoparks Network (GGN).

 

Os Geoparques da Rede Global estão em territórios para divulgar sua geodiversidade junto às comunidades que o compõe, com vistas ao desenvolvimento sustentável.

 

Até este ano, a GGN era composta por 111 Geoparks distribuídos em 33 países.

 

E a partir desse Simpósio, os países que tiveram suas propostas aceitas foram: China (Geoparks Dunhuang e Zhijindong Cave), Chipre (Troodos), Grécia (Sítia), Islândia (Reykjanes), Indonésia (Gunung Sewu), Itália (Pollino), Japão (Mount Apoi), Espanha (Lanzarote e Chinijo Islands).

 

Para conhecer as maravilhas e peculiaridades dos novos membros da Rede Global, acesse:
http://www.unesco.org/new/en/media-services/single-view/news/nine_new_sites_added_to_global_geoparks_network/#.VgrckstVikr 

Proposta Geoparque Seridó:

percursos e percalços de sua formação

A proposta Geoparque Seridó nasceu da parceria entre o Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), dentro do Projeto Geoparques do Brasil da CPRM, em 19 de abril de 2010.

 

Esta parceria possibilitou a realização de diferentes ações, com destaque para (a) Inventário de 25 geossítios com resultados divulgados no site da CPRM e no Livro “Geoparques do Brasil: propostas”, lançando em 2012; (b) Projetos como (i) Estudo Técnico e Diagnóstico para Criação do Geoparque Seridó, Estado do RN; (ii) Patrimônio Geológico da Região do Seridó (RN, NE do Brasil): inventariação e integração de geossítios para embasar proposta de criação de Geoparque; (iii) Educação Patrimonial em Meio Natural em municípios do Geoparque Seridó (Região Seridó, RN); (iv) Roteiros do Seridó: análise do potencial turístico do Seridó Potiguar e (v) Elaboração do Plano de Desenvolvimento do Turismo do Município de Currais Novos e (c) Elaboração de Dissertação: (i) Geoparque Seridó, RN: valores turísticos e gestão e (ii) Prática Turística em Geossítios: uma avaliação ambiental no Projeto Geoparque Seridó-RN. Nesse período parceria com o SEBRAE/RN permitiu a publicação do Guia Turístico da Região Seridó e com o IPHAN/RN garantir a preservação do patrimônio arqueológico em geossítios, com execução de obras de acessibilidade para visitação, além da publicação do livro “Geodiversidade na Arte Rupestre no Seridó Potiguar” com descrição dos elementos da geodiversidade nos geossítios.

Atualmente, os municípios inseridos no território do Projeto Geoparque Seridó (Cerro Corá, Lagoa Nova, Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas e Parelhas) estão efetivamente contribuindo com o crescimento da proposta, com diferentes ações, inclusive de ordem física (com cessão de espaço para disponibilizar informações, é o caso de Currais Novos), bem como o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Turismo (SETUR/RN), da Empresa de Promoção Turística do RN (EMPROTUR) e Procuradoria Geral do Estado (PGE/RN), que estão promovendo uma ampla discussão a cerca do Projeto, recentemente com a realização de um workshop para tratar o assunto com diferentes atores (municípios, gestores, terceiro setor, entre outros).

 

Além disso, estão contribuindo com consultoria a cerca das questões jurídicas para a implantação do Projeto. A expectativa é que no próximo ano (2016) seja trabalhado o dossiê para submissão à Rede Global de Geoparques (GGN). Enquanto isso ações de conservação, educação e turismo estão sendo realizadas pelos diferentes envolvidos dentro de uma organização de gestão adequada para o território do Projeto Geoparque Seridó.

Equipe do Geopark Araripe

 

Coordenador Executivo

Francisco Idalécio de Freitas

 

Secretário Executivo

Nivaldo Soares de Almeida

 

Diretor Administrativo

Eugênio Pacelli Coelho de Sá

 

Administração

José Adriano Cruz Saraiva

 

Geoconservação

Edvania Ferreira Dantas

 

Setor de Educação Ambiental

Maria Neuma Clemente Galvão

Lázaro Ranieri de Macêdo

 

Setor de Desenvolvimento Territorial

José Wilson de Lacerda

 

Setor de Cultura

Jeania de Brito Gonçalves

 

Setor de Comunicação

Giane Taeko Mori Rodella

Equipe de Elaboração do Geonews - 13ª Edição
 

Textos

Giane Taeko Mori Rodella

Marcos Nascimento (UFRN – Projeto Geoparque Seridó)

 

Revisão

Giane Taeko Mori Rodella

 

Fotos

Carlos Almeida  (estagiário do Setor de Comunicação)

Caio Rolim

Marcos Nascimento

Adriano Santori

Acervo UNESCO

 

Design

Carlos Robério

 

Colaboradores

Assessoria de Relações Internacionais da URCA - ARI

Marcos Nascimento (UFRN – Projeto Geoparque Seridó)

Siga-nos

  • Facebook Classic
  • Twitter Social Icon

© 2017 Geopark Araripe

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now