20ª edição - Dezembro / 2015

II Edição do Concurso Escolar GEA Terra-Mãe!

O Geopark Araripe promoveu no último dia 03 o “II Concurso Escolar GEA Terra-Mãe”. O evento aconteceu no município do Crato, no Salão de Atos da Universidade Regional do Cariri, sob a temática “É o solo que sustenta a vida!”.

 

Esse concurso foi idealizado pelo Geopark Arouca (Portugal) e  desde o ano de 2014 é realizado pelo Geopark Araripe com a participação de membros da UNESCO. O objetivo do concurso é induzir atividades que visem o estudo da geociências, desenvolvimento sustentável e a difusão cultural em escolas públicas municipais e estaduais , tanto  do Ensino Fundamental, Médio quanto Profissionalizante, nas escolas que estão inseridas  nos 6 municípios do território do Geopark Araripe.

 

Ao todo 30 escolas participaram das diversas modalidades do Concurso, tais como: desenhos, fotografias, dissertações, poesias de cordéis, teatro de bonecos e produções de vídeos. As atividades iniciaram-se pela manhã, com a entrega de troféus, comendas e homenagens à Comissão Organizadora da Primeira Edição do evento.

 

O "II Concurso Escolar GEA Terra-Mãe" foi marcado por apresentações diversas de trabalhos e apresentações culturais como a peça “Amigos da Onça”, da Escola Estadual Estado da Paraíba, uma das escolas campeãs na modalidade "Teatro de bonecos" e "Poesia de cordéis".

 

O corpo de jurados foi composto por professores e especialistas das áreas específicas de cada modalidade. Fotógrafos profissionais, graduados, mestres e doutores contribuíram para uma avaliação adequada aos "competidores".

Escolas campeãs do II Concurso Escolar GEA Terra-Mãe

O “II Concurso Escolar GEA Terra-Mãe” que aconteceu no dia 03 de dezembro de 2015, sob o tema “É o solo que sustenta a vida!” premiou as seguintes escolas de acordo com cada modalidade:

 

DISSERTAÇÃO

1° lugar - E.E.M Joaquim Valdevino de Brito ( Crato/CE)

2° lugar - E.E.F Lourival Dantas Ribeiro (Missão Velha/CE)

3° lugar - E.E.M Presidente Geisel (Juazeiro do Norte/CE)

 

FOTOGRAFIA

1° lugar - E.E.F Dom Quintino (Crato/CE)

2° lugar - E.E.I.M. Tarcilia Cruz Alencar (Juazeiro do Norte/CE)

3° lugar - E.E.M Presidente Geisel (Juazeiro do Norte/CE)

 

POESIA DE CORDEL

1° lugar - E.E.E P Welligton Belém de Figueiredo (Nova Olinda/CE)

2° lugar - E.E.E.P – Professor Moreira de Sousa (Juazeiro do Norte/CE)

3° lugar - E.E.F Estado da Paraíba (Crato/CE)

PRODUÇÃO DE VÍDEO

1° lugar - E.E.E P Welligton Belém de Figueiredo (Nova Olinda/CE)

2° lugar - E.E.F.M Padre Luiz Filgueiras (Nova Olinda/CE)

3° lugar - E.E.E.P – Professor Moreira de Sousa (Juazeiro do Norte/CE)

DESENHO

1° lugar - E.E.E.P Raimundo Saraiva Coelho (Juazeiro do Norte/CE)

2° lugar - E.E.E P Welligton Belém de Figueiredo (Nova Olinda/CE)

3° lugar - E.E.I.F Líder Comunitário Antônio Miguel de Sousa (Juazeiro do Norte/CE)

 

TEATRO DE BONECOS

1° lugar - E.E.F Estado da Paraíba (Crato/CE)

2° lugar - E.E.E.P – Professor Moreira de Sousa (Juazeiro do Norte/CE)

3° lugar -E.E.F Padre Cristiano Coelho ( Nova Olinda/CE) 

I Exposição de Trabalhos Acadêmicos sobre o

Geopark Araripe: relevância do Estágio

O Setor de Comunicação do Geopark Araripe promoveu no último dia 07 o evento intitulado "I Exposição de Trabalhos Acadêmicos sobre Geopark Araripe: relevância do Estágio".

 

O evento ocorreu na Sede Administrativa do Geopark Araripe, no município do Crato/CE e o objetivo foi mostrar que o estagiário além de pesquisador é recebe formação pela vivência das atividades que aprende a desenvolver no Geopark Araripe, o que contribui de modo específico para sua vida profissional.

 

A "I Exposição de Trabalhos Acadêmicos sobre o Geopark Araripe" contou com a presença de ex e atuais estagiários, os quais  relataram sobre o período de atuação em algum Setor do Geopark, bem como de trabalhos de iniciação científica desenvolvidos durante o estágio e que continuam a ser desenvolvidos. Um exemplo é o do ex-estagiário Raimundo Pereira (Geografia/URCA), que começou a desenvolver o “Projeto de Hortas Verticais”, levando para sua comunidade e à escola onde hoje atua como professor, em Farias Brito/CE, as ideias que desenvolveu quando estagiou no Geopark Araripe.

 

Outra estagiária que se destacou no evento pela produção e participação em 17 trabalhos acadêmicos, entre painéis, artigos publicados com autoria e co-autoria, é a aluna do Curso de Biologia da URCA, Osmanda Moura. Entre os principais trabalhos que tem desenvolvido, Osmanda participa de grupos de pesquisas multidisicplinares que perpassam temáticas desde a etnobiologia, paleontologia à geoconservação.

Estágiário do Geopark Araripe recebe prêmio destaque

O Estagiário do Setor de Educação Ambiental do Geopark Araripe, Kaio Sobreira Rolim, ganhou o "Prêmio Destaque" por trabalho apresentado na XVIII Semana de Iniciação Científica da URCA/ III Semana de Extensão. A premiação contemplou a categoria Comunicações Orais, na sessão biodiversidade e meio ambiente.

 

Com o título "Compartilhando conhecimento sobre Geociências através do Projeto GEA Terra Mãe", o objetivo do trabalho do estagiário premiado é fomentar atividades que visem o estudo das Geociências, o Desenvolvimento Sustentável e a difusão Cultural, em escolas públicas municipais e estaduais, tanto do Ensino Fundamental, quanto Ensino Médio e Profissionalizante da região que compreende o território do Geopark Araripe.

 

Pelo seu desempenho, desenvoltura, qualidade de pesquisa e desenvolvimento do seu projeto avaliado e bem explanado em sua apresentação, ocasionou o recebimento de melhor trabalho da I Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da Universidade Regional do Cariri. O evento foi realizado no período de 19 a 23 de outubro de 2015, e a premiação ocorreu na última semana, na sala da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Regional do Cariri.

Professor da Urca é aprovado no processo seletivo

para o doutorado pela cátedra da Unesco

O Professor Ms. Eduardo Guimarães (URCA/Departamento de Educação Física) é o primeiro professor do Geopark Araripe e, consequentemente do Brasil, a ser recentemente aprovado para o doutorado na Universidade Trás os Montes/Portugal (UTAD), pela Cátedra da UNESCO.

 

A linha de pesquisa da Cátedra para a qual seu projeto de pesquisa foi submetido versa sobre a "Atividade física em espaços naturais: análise multidisciplinar dos benefícios para saúde". E a perspectiva de trabalhos via Cátedra se enquadra no tema "Geoparques, desenvolvimento regional sustentável e estilos de vida saudável", da UTAD.

 

Em entrevista exclusiva para a Equipe de Comunicação do Geopark Araripe, o Professor Eduardo falou sobre o apoio que teve da Universidade Regional do Cariri, dos professores Allysson Pinheiro (Biologia), Álamo Feitosa (Paleontologia), José Patrício Melo (Reitor), Lima Junior (Vice-Reitor) pessoas que promoveram sua aproximação com o Geopark Araripe. Aproximação esta que rendeu alguns resultados como o seu projeto de pesquisa, o qual teve orientação do Professor Dr. Ronaldo Calçada Dias Gabriel (Associado do Departamento de Ciências do Desporto, Exercício e Saúde da UTAD). Como sua pesquisa tem relação direta com a prática de atividade em ambientes abertos vinculados ao geoparques, a coesão com a intenção da UNESCO foi de certa forma natural. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, a meta é aproximar os geoparques à práticas saudáveis.

Durante a entrevista, ele também falou sobre a satisfação de iniciar mais esta etapa de sua formação acadêmica, com perspectiva internacional e aproveitou para evidenciar a relevância desse trabalho para a Universidade Regional do Cariri/URCA, com destaque para o Geopark Araripe.

 

Com sua formação, o vínculo entre o Geopark Araripe e a Europa se fortalece na categoria pesquisa científica e intercâmbio cultural.

Coordenador geral do Geopark Araripe é agraciado

com o título de Cidadão Santanense

Câmara concede Título de Cidadão Santanense a Francisco Idalecio de Freitas

 

A Câmara Municipal de Santana do Cariri, cidade dos geossítios Pontal de Santa Cruz e Parque dos Pterossauros, aprovaram por unanimidade e concedeu ao atual Coordenador Executivo do Geoparque Araripe, Francisco Idalécio de Freitas, o Título de Cidadão Santanense.

 

Na proposta, o Poder Legislativo citou a trajetória de Idalécio, para justificar a homenagem, bem como sua vasta contribuição ao Município de Santana do Cariri. O Sr. Idalécio Freitas em toda sua trajetória tem contribuido com o desenvolvimento da Cidade de forma intensa.

 

Dentre as ações que justificaram o reconhecimento pelo Município, pode-se citar: o Serviço prestado aos mineradores de Santana, junto ao DNPM, a construção da Casa de Pedra em Inhumas, com a Universidade Federal do Rio de Janeiro e o serviço de Geoconservacao com os mineradores, tudo de forma voluntária.

 

Desse modo, Francisco Idalécio merece um tratamento respeitoso e digno a esta honraria que, necessariamente, foi levado em conta, para ser concedido, pois o contributo do agraciado para o desenvolvimento do município tem sido de forma extremamente relevante. Afinal, Idalécio também é Santana!

 

A solenidade para recebimento da honraria ocorreu no último dia 23, quando, juntamente com o professor Idalécio, o Governador do Estado do Ceará, Camilo Sobreira de Santana, também foi agraciado pela honraria, na mesma pauta da sessão Ordinária.

Aula de campo dos alunos da

Universidade Federal do Rio de Janeiro

O território do Geopark Araripe mais uma vez foi sala de aula. Durante a semana passada, os alunos da turma do Curso de Graduação em Geologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), sob a orientação do professor Esmar de Souza Carvalho, visitaram a Sede Administrativa do Geopark Araripe para conhecer, através da maquete, a formação da Bacia Sedimentar do Araripe e, em seguida, seguir para as aulas de Campo nos Geossítios.

 

Na ocasião, o Professor Esmar ressaltou a grande importância que é para os alunos estarem nessa região conhecendo tais aspectos geológicos. Falou ainda de um programa que a Universidade tem e que possibilita aos alunos virem duas vezes por ano ao Araripe, com o objetivo de entender na prática “todas as transformações ambientais que ocorreram no território brasileiro a cerca de 145 milhões de anos".

 

Ele ainda acrescentou que "tudo isso possibilita que, não só os alunos desta universidade, mas de muitas outras, tenham o acesso a essas aulas práticas e possam ter noção das condições reais de trabalho de campo”.

 

O Geopark Araripe e seu território estão sempre abertos para que os interessados em melhorar os conhecimentos práticos e teóricos dos seus alunos venham visitar e realizar aulas de campo.

Equipe do Geopark Araripe

 

Coordenador Executivo

Francisco Idalécio de Freitas

 

Secretário Executivo

Nivaldo Soares de Almeida

 

Diretor Administrativo

Eugênio Pacelli Coelho de Sá

 

Administração

José Adriano Cruz Saraiva

 

Geoconservação

Edvania Ferreira Dantas

 

Setor de Educação Ambiental

Maria Neuma Clemente Galvão

Lázaro Ranieri de Macêdo

 

Setor de Desenvolvimento Territorial

José Wilson de Lacerda

 

Setor de Cultura

Jeania de Brito Gonçalves

 

Setor de Comunicação

Giane Taeko Mori Rodella

Equipe de Elaboração do Geonews - 20ª Edição
 

Textos

Bruna Almeida (estagiária do Setor de Comunicação)

Carlos Almeida (estagiário do Setor de Comunicação)

Yara Mabele Rodrigues (estagiária do Setor de Comunicação)

 

Revisão

Giane Taeko Mori Rodella

 

Fotos

Bruna Almeida  (estagiária do Setor de Comunicação)

Carlos Almeida (estagiário do Setor de Comunicação)

Yara Mabele Rodrigues (estagiária do Setor de Comunicação)

Vera Torres

Acervo Geopark Araripe

 

Design

Carlos Robério

 

Colaboradores

Assessoria de Relações Internacionais da URCA - ARI

Siga-nos

  • Facebook Classic
  • Twitter Social Icon

© 2017 Geopark Araripe

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now