5ª edição - Julho / 2015

UNESCO avalia o Geopark Araripe para renovação de chancela

Cronograma de atividades incluiu visitas aos Geossítios do Geopark Araripe, contato com os Parceiros e representantes das Prefeituras dos Municípios deste território

 

Durante três dias, de 21 a 23 de julho estiveram no território do Geopark Araripe os avaliadores da União das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Foram eles, a geóloga irlandesa, Kirstin Lemon e o geólogo e paleontólogo grego, Ilias Valiakos.

 

Nesse período, diversas atividades fizeram parte da inspeção, cujo objetivo é a revalidação do "Selo Verde", sobre a qual noticiamos na newsletter anterior. As atividades ocorreram sob a responsabilidade dos coordenadores, técnicos, alguns membros do Comitê Científico da Universidade Regional do Cariri (URCA), estagiários, parceiros e colaboradores do Geopark Araripe, em companhia do Reitor da Universidade Regional do Cariri, Patrício Melo e o Vice-Reitor, Francisco do Ó de Lima Júnior.

 

É a terceira vez que avaliadores da UNESCO vêm ao Cariri para comissões que envolvem o trabalho do Geopark Araripe. Este ano o Araripe foi brindado com o parecer técnico dos mencionados avaliadores. Ilias Valiakos é Coordenador do Geopark de Lesvos (Grécia) e a avaliadora Kirstin Lemon, Presidente do Comitê Global de Geoparques na Irlanda e vice presidente do comitê Global de Geoparque no Reino Unido.

A recepção dos avaliadores da UNESCO ocorreu na Sede Administrativa do Geopark Araripe e, além da mencionada equipe que os recebeu, o momento contou com a presença dos parceiros dos seis municípios do território desse geoparque: SESC, SEST/SENAT, SEBRAE, Iguanna - Turismo, AGTURC, Iu-á Hotel, TRILHAR, ABRASEL, Classe A, Fundação Casa Grande, SENAC, Aquasis, representantes das Prefeituras dos respectivos municípios e a imprensa local.

 

As atividades desenvolvidas refletiram sobre a apresentação in loco do território do Geopark Araripe com visitas aos Geossítios, a alguns dos parceiros (de iniciativas privadas e municipais) e conhecimento das potencialidades turísticas, científicas e ecológicas da região. Todas planejadas para demonstrar, com o máximo de eficácia, o que significa a complexa administração desse Geopark que leva ainda o título de único das Américas e único no mundo pelas características peculiares que o compõe. Essa administração envolve desde as citadas parcerias, técnicos, coordenadores, estagiários, funcionários, professores da URCA que compõem o Comitê Científico, além das prefeituras e secretarias dos municípios nos quais se localizam os geossítios.

 

No primeiro dia, após os avaliadores serem recebidos na Sede Administrativa para uma reunião com toda a equipe do Geopark, foram ao Centro de Interpretação e Educação Ambiental (CIEA), Museu da Imagem e do Som, Aquasis, ao Projeto Soldadinho do Araripe, ao Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM) e finalizaram o dia de atividades com um jantar no Restaurante do Hotel Encosta da Serra - todos esse lugares  situados no município de Crato, aonde se localiza o Geossítio Batateiras e a Sede Administrativa.

 

No segundo dia, foram ao Geossítio Ponte de Pedra, se encantaram com o trabalho exposto no Artesanato Pedra Sobre Pedra, visitaram a Fundação Casa Grande, o Museu do Ciclo do Couro, o Geossítio Pedra Cariri (esses localizados no município de Nova Olinda). Em seguida, o Geossítio Pontal de Santa Cruz, Museu de Paleontologia da URCA, Parque dos Pteurossauros (município Santana do Cariri) e concluíram as atividades do dia apreciando a excelente gastronomia regional no parceiro Café com Móveis (município de Juazeiro do Norte).

 

No terceiro e último dia, a equipe com os avaliadores seguiram para o Geossítio Cachoeira de Missão Velha e Floresta Petrificada (município de Missão Velha), foram ao parceiro Arajara Park (parque aquático), ao Sitio Pinheiros (esses últimos no município de Barbalha). Depois, seguiram para a Colina do Horto, aonde fizeram uma trilha ecológica de bicicleta (município de Juazeiro do Norte). Para finalizar o dia das atividades, assistiram a uma apresentação cultural com músicas regionais na ONG Beatos (município de Crato).

 

Antes de voltarem para seus países, ambos concederam entrevista à Equipe de Comunicação do Geopark Araripe, afirmando em uníssono o encantamento com as belezas do Cariri e a superação de suas expectativas com as visitas que fizeram. Para Kirstin, a preservação dos fósseis da Bacia Sedimentar do Araripe, sobretudo a quantidade de peixes fósseis, bem como as demais raridades fossilíferas tais como as de sapos, escorpião, dentre outras, assim como a geologia dessa região, as encantou de modo especial.  Ela ainda identifico o Brasil como um país fascinante pela  sua diversidade de etnias e se entusiasmou ao mencionar a macaxeira, comida sobre a qual jamais havia ouvido falar.

 

Ambos reconheceram no povo brasileiro as pessoas amáveis, receptivas e alegres que são e expressaram gratidão pela surpresa positiva feita pelo Geopark Araripe com sua equipe e trabalhos desenvolvidos, principalmente pela ideia das ações em parcerias.

 

O resultado dessa avaliação deve ser divulgado ainda em setembro deste ano. 

Geossítio “Colina do Horto”: lugar de oração e trabalho

No dia 22 de julho, o município aonde se localiza o Geossítio Colina do Horto, Juazeiro do Norte, comemorou 104 anos de emancipação política.  Esse acontecimento decorre de uma série de processos, inicialmente conflituosos. Um evento emblemático que pode representar esse fato foi a Sedição de Juazeiro do ano de 1911 no qual pode-se visualizar a atuação de um dos indivíduos  que faria parte da construção da identidade  do município: Padre Cicero Romão Batista.

 

É impossível atualmente tentar dissociar a imagem do Juazeiro do Norte a do Padre Cicero, ambas caminham durante todo esse período lado a lado influenciando a economia, a política e a cultura da região. O Município de Juazeiro do Norte compreende uma área de 248km². Localiza-se a 528km da capital do Estado do Ceará, Fortaleza, e possui uma população de 249.936 habitantes, segundo censo do IBGE realizado em 2010. Ao sul do Ceará, Juazeiro do Norte se encontra no território do Geopark Araripe, com o Geossítio Colina do Horto. Esse geossítio se destaca por sua peculiaridade cultural, pois ali está a estátua do Padre Cicero, o Museu Vivo que conta partes da sua história e os supostos milagres que já concedeu, o Santo Sepulcro, lugar de oração e fé de milhares de romeiros e a Muralha da Sedição de 1914, a qual conta um pouco da história da época dos cangaceiros que percorriam a região em busca de domínio de território.

O Geossítio Colina do Horto, no que tange ao seu aspecto geológico, têm em sua formação as rochas mais antigas da região e além do contexto religioso, o geossítio está no roteiro de muitos estudiosos pelo seu valor geológico, cientifico e cultural. De vilarejo à cidade, a cidade do Padim Padre Cícero, como é conhecido pelos devotos, tem tomado uma proporção ampla, principalmente quando se fala em verticalização. É uma das cidades do interior que mais tem movimentado a economia com a construção civil, instalação de grandes empresas atacadistas e automobilísticas, atraindo investimentos também para rede hoteleira, a partir das quais o foco ultrapassa a atenção do turismo religioso, fomentando também o turismo dos municípios vizinhos e promovendo o desenvolvimento regional.

Equipe do Geopark Araripe

 

Coordenador Executivo

Francisco Idalécio de Freitas

 

Secretário Executivo

Nivaldo Soares de Almeida

 

Diretor Administrativo

Eugênio Pacelli Coelho de Sá

 

Administração

José Adriano Cruz Saraiva

 

Geoconservação

Edvania Ferreira Dantas

 

Setor de Educação Ambiental

Maria Neuma Clemente Galvão

Lázaro Ranieri de Macêdo

 

Setor de Desenvolvimento Territorial

José Wilson de Lacerda

 

Setor de Cultura

Jeania de Brito Gonçalves

 

Setor de Comunicação

Giane Taeko Mori Rodella

Equipe de Elaboração do Geonews - 5ª Edição
 

Texto

Giane Taeko Mori Rodella

Bruna Almeida (estagiária do Setor de Comunicação)

Yara Mabele Rodrigues (estagiária do Setor de Comunicação)

 

Revisão

Giane Taeko Mori Rodella

 

Fotos

Carlos Almeida Sá (estagiário do Setor de Comunicação)

Yara Mabele Rodrigues (estagiária do Setor de Comunicação)

Bruna Almeida (estagiária do Setor de Comunicação)

 

Design

Carlos Robério

 

Colaboradores

Assessoria de Relações Internacionais da URCA - ARI

Siga-nos

  • Facebook Classic

© 2017 Geopark Araripe

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now